9.5.11

O Jacaré triste de Búzios.

Recorte da ultima edição do Blogão dos Lagos sobre o fato inusitado 



O Jacaré enorme passou solitário em frente ao Cine Bardot, observou os cartazes anunciando filmes argentinos. Seguiu  Olhando as construções,  uma cidade inteira toda patinada para parecer antiga.  A Rua das Pedras lotada, fervendo de gente. O Jacaré  foi saldado por alguns amigos de copo, mas não fez paradeiro. Indo em direção ao píer da Armação, seu coração doía. Solitário e ferido pelo fim do amor. O céu cravejado de estrelas era quase uma afronta a toda sua dor. Saltou. De olhos fechados pensou que morreria. Mas não sentindo o choque frio com a água e percebendo-se em movimento, ao abrir os olhos constatou que estava em um  catamarã cercado de japoneses tirando fotografias. 


Victor Viana VianaBuzios 

Antes do acidente o jacaré foi visto assim pelas ruas de Búzios 
Essa micro crônica estará no livro " E os animalzinhos subiram de dois em dois- Um manual para se entender os Búzios"  que será publicado pelo autor ainda esse ano. 

2 comentários:

  1. "Catamarâ cercado de japoneses"

    Hahahhahaah
    esse é o livro mais esperado da bloguesfera

    Clovisbatebola

    ResponderExcluir
  2. Búzios parece até uma Arca de Noé.

    ResponderExcluir